Ainda nada se sabe sobre o que aconteceu ao avião da EgyptAir, que desapareceu assim que entrou em espaço aéreo egípcio, quando fazia a ligação entre Paris e o Cairo. Mas as especulações já começaram a surgir e os próprios governos francês e egípcio não colocam de lado a hipótese de ato terrorista. As EgyptAir tem feito, com frequência, as manchetes de jornais por causa de incidentes envolvendo sequestros dos seus aviões.

Como recorda a CNN, o incidente mais mortífero aconteceu em novembro de 1985. Um Boeing 737 foi tomado de assalto por um grupo de homens armados, que reclamavam ligações ao grupo extremista Abu Nidal. O avião, que tinha descolado de Atenas, foi desviado para Malta, onde ocorreu a intervenção de comandos egípcios. Cinquenta passageiros e seis terroristas acabaram por morrer.

Bem mais recentemente, em março deste ano, um outro incidente, assustou os passageiros e tripulantes do A320-232 da EgyptAir. Um homem “instável”, alegando ter um cinto de explosivos, fez reféns os passageiros e tripulantes e o avião foi desviado para o Chipre. A história deste incidente terminou bem: o cinto de explosivos afinal era falso e o caso tinha motivações passionais: o homem queria apenas ver a ex-mulher, uma cipriota.

Seif Eldin Mustafa desviou um avião da Egyptair para ir ver a mulher que vive no chipre (EPA/ Katia Christodoulou)

Mas, de acordo com a Aviation Safety Network, a companhia aérea foi vítima de hijacking por pelo menos outras seis vezes. A maioria foi levada a cabo por indivíduos que agiram sozinhos ou por pequenos grupos.

A EgyptAir foi fundada em 1932, com o nome Misr Airwork. Começou a operar voos internacionais em 1934, entre o Cairo e a Palestina.

Entre 1949 e 1957, a companhia aérea sofreu uma forte expansão nas rotas internacionais. Nesse período, mudou de nome para Misrair. No início de 1957, uma nova alteração na denominação: passou a chamar-se United Arab Airlines. Só em 1971 mudou para a denominação atual - EgyptAir.

Em 2014, a companhia operava 81 aviões, todos com menos de 10 anos de idade.