destino do voo MH370 era abatido por um míssil dos separatistas pró-russosUcrâniatirou a vida a 298 pessoas

Um ano depois do desastre

um mistério que até hoje continua por resolvercompanhia “tecnicamente falida”

CNNsido abatido pelos separatistasrecurso a um míssil Buksistema terra-ar russo


Destroços do MH17 (Foto: Reuters)

Conselho de Segurança Holandês

o evento passo-a-passoCNN

o relatório também atribui alguma culpa àMalaysia Airlinesnotice to airmenNOTAM


Rússia contra a criação de um tribunal internacional para julgar os responsáveis


Vladimir Putininicialmente culpou o governo ucraniano pelo acidentea sugestão da Malásia de criação de um tribunal internacional

Mark Rutte