O secretário de Estado norte-americano, John Kerry, pediu esta terça-feira que os responsáveis pelo abate do avião da Malaysia Airlines, no leste da Ucrânia, sejam levados à justiça.

«Nós dizemos à Austrália e ao mundo que exigimos justiça para este crime inconcebível... Vamos ver isso em conjunto», afirmou John Kerry, em Sydney.

O avião, que fazia a ligação de Amesterdão para Kuala Lumpur, foi abatido sobre o leste da Ucrânia, a 17 de julho, provocando a morte de todos os 298 passageiros e tripulantes a bordo.

«Isto é inconcebível na grande ordem internacional. Estamos a pressionar para uma investigação completa», disse.

O secretário de Estado norte-americano referiu que «não é nenhum mistério» a origem das armas usadas. «Mas precisamos de uma investigação completa para legitimar todas as medidas que estamos a tomar», adiantou.