A Agência de Meteorologia da Indonésia revelou este domingo que o tempo foi o fator que desencadeou o acidente do avião da AirAsia, que se despenhou há uma semana, colocando a possibilidade de o gelo ter provocado danos nos motores.

«Com base nos dados disponíveis sobre a localização do avião aquando do último contacto, as condições meteorológicas foram o fator que desencadeou o acidente», indicou a agência no seu portal na Internet.

O Airbus A320-200 da companhia de baixo custo malaia descolou, a 28 de dezembro, da cidade indonésia de Surabaia, com destino a Singapura, onde deveria ter aterrado cerca de duas horas depois, mas despenhou-se no mar de Java, com 162 pessoas a bordo.

Os mergulhadores da equipa de resgate tentaram este domingo chegaram ao fundo do mar para confirmar que os cinco grandes objetos detetados são mesmo partes do avião, mas o mau tempo impediu a sua ação.
 
O maior objeto, que se encontra a 30 metros de profundidade, tem cerca de 18 metros de cumprimento.
 
Até ao momento foram recuperados apenas 31 corpos, sendo que foram identificadas nove vítimas, todas de nacionalidade indonésia.