Um adolescente foi considerado este sábado culpado da violação coletiva a uma estudante de 23 anos de idade, num autocarro de Nova Deli no ano passado. A jovem acabou por falecer com a gravidade das lesões.

O veredicto é o primeiro proferido sobre este caso que chocou o mundo em sua brutalidade e levar a protestos generalizados. «Foi considerado culpado de violação e assassinato», disse responsável do inquérito.

O rapaz de 18 anos foi condenado a três anos numa instituição de correção, a pena máxima.

O processo judicial terminou em julho, mas a sentença só agora foi conhecido. O tribunal de menores já tinha adiado o veredicto para o réu mais novo, que tinha 17 anos na altura do ataque.

A família saiu inconformada do tribunal. Tinha defendido a pena de morte para este jovem também, mas o sistema judicial indiano não o permite tratando-se de menores, relata a Sky.