«Todas as ruas estavam fechadas e havia muita polícia no meio da rua. O trânsito estava completamente fechado», relatou o português que não assistiu a nenhum disparo, mas admitindo que mesmo assim sentiu que sentiu medo.

Várias pessoas foram sequestradas num café