Uma mulher australiana caiu ao mar durante um cruzeiro num navio turístico, a oeste da Nova Caledónia, esta quinta-feira. As autoridades marítimas locais informaram que decidiram encerrar as buscas um dia depois, de acordo com as informações da imprensa australiana.

A passageira, identificada pelas autoridades como uma mulher com 47 anos, de nacionalidade australiana,  caiu do navio "Pacific Down" por volta das 16:00 (hora local) e nunca mais foi encontrada.

Relatos de passageiros da mesma embarcação revelam que a mulher estaria enjoada e, por isso, decidiu ir "apanhar ar", tendo posteriormente caído ao mar, numa altura em que a agitação marítima era forte. 

As autoridades marítimas iniciaram as buscas de imediato, mas acabaram por suspendê-las esta sexta-feira, justificando a decisão com o argumento de que "não era possível alguém sobreviver uma noite inteira no mar com aquelas condições". 

A procura pelo corpo da mulher terá então sido terminada por causa da agitação marítima forte do mar, com "ondas até quatro metros e ventos fortes", informação confirmada pelo capitão da embarcação, segundo o jornal Courier-Mail

É com o coração muito pesado que informo que não conseguimos localizar a nossa hóspede", disse o capitão aos restantes viajantes, de acordo com a mesma fonte. 

Perante o sucedido, o navio que fazia a ligação de Brisbane, na Austrália, para Vanuatu e Nova Caledónia, interrompeu o cruzeiro e voltou para o destino de origem, onde estará previsto que chegue durante a manhã deste domingo.

Os responsáveis pelo navio "Pacific Down" informaram que se vão encontrar com as autoridades para investigar o caso.