Uma mulher australiana, de 35 anos, foi condenada a cumprir uma pena de cinco anos e meio de cadeia por abuso sexual da sua filha.

A mulher abusava da sua filha de apenas dez anos e fotografava os encontros de forma a satisfazer um desejo do seu namorado, um professor de 37 anos.

«Este é um caso muito grave de ofensas contra uma criança indefesa e por quem deveria estar responsável pela sua proteção», disse o juiz Simon Stretton.

O magistrado acrescentou, indignado: «Você é a mãe, por amor de Deus».

A mulher acabou condenada por relação sexual ilegal, atentado ao pudor e produção de pornografia infantil.

O namorado acabou também condenado à mesma pena de cinco anos e meio de cadeia.