Dois jovens foram detidos esta quinta-feira em Sydney, na Austrália, por suspeita de conspiração terrorista, com as autoridades australianas a manifestarem preocupação relativamente à idade daqueles que estão a ser radicalizados.

Os dois suspeitos, um jovem de 15 anos e outro de 20, foram detidos e acusados de “conspirar para preparar um ato terrorista”, indicou a polícia australiana, dando conta de que três outras pessoas também se encontram atualmente detidas estando em vias de ser acusadas pelo mesmo tipo de delito, de acordo com a AFP.

Estas detenções fazem parte da vasta operação Appleby, uma investigação em curso há um ano visando a suspeitos de estarem implicados em atos ou em planos de terrorismo na Austrália, viagens para a Síria ou Iraque, e o financiamento de organizações terroristas.

A Reuters acrescenta a hipótese de estarem em curso ataques a edifícios governamentais e a esquadras de polícia.