Uma equipa de salvamento de Sydney fez um resgate um pouco arriscado: a missão era libertar um tubarão cinzento de uma corda que o limitava. O aviso foi dado por um mergulhador australiano que reparou no animal e na sua respiração ofegante.

Ao redor das suas guelras tinha um cordão elástico que o estava a impedir de respitar. O homem avisou imediatamente os especialistas do «Sea Life» de Manly.

A primeira etapa do salvamento consistiu em conseguir trazer o tubarão à tona, facilitando a remoção do cordel. Para isso os nadadores «obrigaram» o tubarão a entrar para uma estrutura própria. O animal foi trazido à superfície por uma espécie de maca.

O veterinário, Rob Jones, foi o responsável por cortar o objeto e procurar outras lesões. Depois de uma injeção de antibióticos, o animal foi solto.

«Acredita-se que existam cerca de 1500 tubarões cinzentos na costa leste da Austrália e por isso é obviamente frustrante ver um belo animal como este preso numa corda como resultado direto de negligência humana», afirmou o gerente do departamento científico do Sea Life de Manly, Rob Townsend em declarações ao Daily Telegraph.