As buscas submarinas pelo Boeing 777 da Malaysia Airlines desaparecido desde 08 de março quando fazia a ligação entre Kuala Lumpur e Pequim pode terminar em maio, revela este domingo a imprensa australiana.

De acordo com a imprensa, um funcionário da agência de coordenação criada pela Austrália para as buscas do avião explicou que os três navios que procuram eventuais destroços da aeronave no fundo do mar já percorreram dois terços da zona prioritária.

A zona de buscas está localizada ao longo do denominado «sétimo arco», uma curva no fundo do mar que se estende frente á costa ocidental da Austrália.

Sob o número MH370, o avião da Malaysia Airlines desapareceu a 08 de março com 239 pessoas a bordo quando fazia a ligação entre Kuala Lumpur e Pequim tendo, numa ação deliberada, mudado de rumo cerca de 40 minutos depois da descolagem.

Desde então o paradeiro da aeronave é desconhecido e, apesar dos esforços internacionais, nunca foram localizados destroços ou indícios do mais que provável acidente.