Um indivíduo foi hoje condenado a 26 anos de prisão por alegadamente ter atirado a sua antiga companheira de um 15.º andar em Sydney, na Austrália.

O australiano Simon Gittany, de 40 anos, foi considerado culpado da morte da sua noiva canadiana, Lisa Harnum, ao lançá-la da varanda do seu apartamento, num acesso de cólera em julho de 2011.

Alegadamente, a mulher de 30 anos tinha comunicado a Simon Gittany a decisão de o deixar na noite da sua morte.