A queda de um helicóptero na Austrália vitimou três ambientalistas que regressavam de um protesto contra uma mina de carvão, informou hoje a polícia.

Richard Green, de 74 anos, a sua mulher, Carolyn, de 71, e o realizador de documentários John Davis, de 72, partiram de Breeza, a 390 quilómetros a norte de Sidney, com destino à casa do casal Green, na mesma cidade, no passado sábado.

A operação de busca iniciou-se depois de o casal Green não ter regressado a casa, tendo sido entretanto descobertos destroços ao final do dia de segunda-feira no Parque Nacional Watagans, numa localização “inacessível”, “bastante escarpada”, segundo o comandante da polícia de Nova Gales do Sul, o superintendente Craig Jackson.