A violência do grupo Estado Islâmico registou um aumento significativo nos últimos três meses, com mais de 1.000 ataques e quase 3.000 mortes em todo o mundo, indicaram hoje analistas da empresa IHS Jane.

Os números mostram uma subida de 42% nos ataques diários levados a cabo pelos ‘jihadistas’, uma média de 11,8 por dia entre julho e setembro, o que representa um aumento dos 8,3 registados entre abril e junho.

Os números sugerem que os ataques aéreos da coligação liderada pelos Estados Unidos têm um impacto limitado sobre o grupo.

Recorde-se que muito recentemente, em apenas dois dias, seis vídeos e toda uma campanha de raiva contra Israel. O Estado Islâmico lançou uma iniciativa para convencer os palestinianos a intensificar ainda mais os ataques contra os soldados e civis israelitas.