Um japonês de 39 anos foi preso por ter atropelado duas mulheres, sendo que uma não resistiu aos ferimentos. O suspeito não terá visto as duas vítimas a atravessarem a estrada, porque estava distraído a jogar na aplicação Pokémon Go.

Uma das vítimas, de 70 anos, teve uma fratura grave na coluna, acabando por morrer. A outra mulher foi hospitalizada com ferimentos graves.

A justificação para este duplo atropelamento foi dada pela polícia local, que citou as declarações do suspeito no momento em que este admite que estava distraído a jogar no telemóvel.

Este foi o primeiro caso de morte, no Japão, causado por alguém que estava distraído com um videojogo.

A aplicação Pokémon Go é uma atualização do jogo lançado nos anos de 1990. Nesta nova versão, os jogadores têm de se deslocar para caçar as criaturas com superpoderes, o que permite explorarem vários sítios, que por vezes são desconhecidos.

Esta nova proposta do mundo dos jogos para telemóvel tem atraído milhares de pessoas e merecido a atenção de órgãos de comunicação de todo o mundo.

As autoridades de vários países têm alertado para os riscos associados às regras do Pokémon Go, dizendo aos jogadores para não entrarem em propriedades privadas e tomarem atenção aos locais onde os pokémons aparecem, pois podem criar-se situações de perigo.