A estação de Atocha, em Madrid, Espanha, foi esta sexta-feira de manhã evacuada devido a uma ameaça de bomba.

Um homem que viajava num comboio precedente de Vallecas começou aos gritos na composição a dizer que ia suicidar-se com explosivos. Foram os próprios passageiros que puxaram o alarme de emergência e começaram a fugir pela plataforma, descreve o «El País».

O aviso acionou um código antiterroristas. As forças policiais imobilizaram de imediato o homem e evacuaram a estação de comboios por questões de segurança.

As ruas adjacentes à estação também foram cortadas ao trânsito.

O homem foi detido já fora do comboio e a ameaça de bomba revelou-se falsa, como confirmou a polícia.  O homem não tinha explosivos consigo e sabe o «El País» que é um doente psiquiátrico.
 
Os transportes foram entretanto retomados num dos principais polos de transportes da capital espanhola.
Na memória dos espanhóis ainda estão bem presentes os atentados de 11 de março de 2004. Em Atocha morreram 191 pessoas.