Um alerta de tiroteio na base da marinha norte-americana Washington Navy Yard, nesta quinta-feira, não passou disso mesmo segundo as autoridades, que já levantaram o alerta.

A base esteve encerrada enquanto a polícia procurava o alegado atirador e imagens transmitidas pela cadeia de televisão CNN mostravam uma enorme presença policial no exterior do complexo.

Recorde-se que o Washington Navy Yard foi palco de um ataque em 2013, no qual morreram 13 pessoas, incluindo o atirador.

Segundo a agência Associated Press, que cita fontes oficiais, as autoridades não encontraram provas de ter havido qualquer tiroteio ou armas relacionadas. Nesse sentido, também não foi feita até ao momento qualquer detenção.

O alerta terá sido dado através da linha telefónica de emergência dos Estados Unidos, o 911.