Um avião com 161 pessoas a bordo foi obrigado a fazer uma aterragem de emergência, esta quinta-feira, em Burgas, na Bulgária, por causa de uma ameaça de bomba. O voo partiu de Varsóvia, na Polónia, e tinha como destino Hurghada, no Egito.
 
Foi um passageiro que deu o alerta, mas acabou por ser falso alarme e não foram encontrados explosivos a bordo, segundo o assessor de imprensa do aeroporto, que é citado pela Reuters. 

O passageiro, quando foi interrogado pelas instâncias competentes, acabou por admitir ter bebido álcool e que "foi só uma brincadeira". 
 
No entanto, e previamente, como medida de segurança, todos os passageiros e tripulantes acabara, por ser retirados do aparelho. 
 
Um porta-voz da transportadora nacional polaca, a LOT, explicou também que a aeronave não pertence à companhia aérea, sendo sim um voo charter.