A polícia turca deteve esta segunda-feira quatro homens suspeitos de envolvimento no atentado perpetrado no domingo no centro de Ancara, que matou 37 pessoas, noticiou a imprensa local.

As detenções foram feitas em Sanliurfa (sudeste), próximo da fronteira com a Síria, onde terá sido comprado o automóvel usado no ataque. Os suspeitos vão ser transferidos para Ancara, segundo a agência turca Anatólia.

As autoridades turcas já tinham feito saber que um dos autores do atentado será uma mulher, membro do Partido dos Trabalhadores do Curdistão (PKK)

O atentado, o terceiro em menos de seis meses na capital da Turquia, fez pelo menos 37 mortos e mais de uma centena de feridos.

O ministro da saúde turco, Mehmet Muezzinoglu, disse que há ainda 71 pessoas internadas, sendo que 15 estão em estado crítico. Entre as vítimas mortais estará um dos autores do atentado.