É a pior onda de atentados dos últimos cinco anos. Esta quarta-feira, uma série de atentados em Bagdad, no Iraque, matou 51 pessoas e fez dezenas feridas, escreve a Reuters, que cita fontes médicas e policiais.

O pior dos ataques aconteceu em Jisr Diyala, sudeste da capital. Um carro bomba matou sete pessoas e feriu 23.

O proprietário de um restaurante em Sadr City, distrito de maioria xiita, contou à Reuters como um terrorista agiu naquela zona. «Um homem estacionou o carro em frente ao restaurante. Entrou, tomou o pequeno-almoço e bebeu chá. Entretanto, quando estava na cozinha, ouvi uma explosão. Vim à rua. O carro estava desfeito em pedaços, o homem tinha desaparecido e havia muitos feridos na rua».

Já a agência noticiosa francesa AFP, avança que 12 atentados fizeram 49 vítimas mortais e mais de 150 feridos.