Um suicida, que se fazia transportar numa mota, rebentou um centro de recrutamento de polícias na capital do Iraque. Até a momento, há o registo de 28 mortos e 57 feridos, alguns em estado grave. O explosivo rebentou, às sete horas da manhã de Lisboa, numa altura em que dezenas de homens se registavam na academia de polícia da rua central da Palestina, em Bagdad, noticia «El País».

O atentado acontece um dia depois dos Estados Unidos terem chegado a acordo com o Iraque para a retirada, nos próximos seis meses, de 12 mil soldados norte-americanos do solo iraquiano. No ataque morreram, também, vários polícias.

Este é considerado o atentado mais sangrento deste mês, no entanto todos os dias há relatos de violência, apesar de uma descida considerável de ocorrências desde 2007.

Há apenas dois dias, 12 pessoas morreram num mercado da província da Babilónia, vítimas de outro atentado.