Dois homens que entraram na Europa com o grupo de terroristas que perpetuaram os atentados de 13 de novembro, em Paris, foram detidos, esta quarta-feira, em Salzburg, na Áustria, avança o jornal Kronen Zeitung, citado pela Reuters.

Os dois franceses, com ascendência argelina e paquistanesa, tentaram fazer-se passar por refugiados, e estão a ser questionados pelas autoridades francesas e austríacas.

O ministério do Interior e a polícia não quiseram comentar o caso.