Um coronel da polícia egípcia morreu e outras seis pessoas ficaram feridas na sequência da explosão de dois engenhos junto ao Palácio Presidencial no Cairo, disseram à AFP responsáveis da polícia.

A primeira explosão feriu três pessoas que passavam na zona mas a segunda bomba atingiu mortalmente um coronel da polícia e feriu três agentes das forças de segurança na altura em que procediam a buscas para detetar mais engenhos explosivos junto ao edifício do Palácio Presidencial.

Uma terceira bomba foi encontrada perto de um jardim mas acabou por ser desarmada pelas autoridades, segundo fontes do Ministério do Interior.