A Guarda Civil espanhola deteve esta terça-feira em Galdakao (Biscaia) o alegado membro da organização terrorista ETA, Tomás Madina Echevarría, que segundo as autoridades terá tentado atentar contra o ex-presidente do Governo regional basco.

Fontes citadas pela imprensa espanhola consideram que Echevarría era membro do comando Otazua e que em 2011 terá tentado atentar contra Patxi López e o seu conselheiro de Interior, Rodolfo Ares, com um rifle de mira telescópica durante um funeral de uma vítima da ETA.

O homem, de 41 anos, foi detido cerca das 03:00 locais (02:00 em Lisboa) tendo a polícia realizado buscas na sua casa, onde encontrou várias armas de caça.