«Fiquei chocada quando soube do atentado abominável ao jornal em Paris», escreveu a chefe do Governo alemão.

«Quero exprimir-lhe a si e aos seus compatriotas nesta hora de sofrimento a simpatia do povo alemão, tal como a minha, e transmitir as minhas condolências aos entes queridos das vítimas», adiantou.

Juncker chocado com «ataque brutal e desumano»