Um automóvel armadilhado explodiu esta segunda-feira perto da entrada de uma academia militar em Benghazi, no leste da Líbia, matando pelo menos cinco militares e ferindo mais de dez, informaram fontes militares e hospitalares citadas por agências internacionais.

Segundo o centro médico de Benghazi, «cinco cadáveres deram entrada no hospital, assim como um número indeterminado de restos humanos, e mais de dez feridos».

Uma fonte militar indicou por outro lado que uma viatura armadilhada estacionada em frente da academia explodiu quando dezenas de militares saíam do complexo, no final de uma cerimónia de graduação.