“Um ‘kamikaze’ a bordo de um veículo foi de encontro ao quartel-general de Asayich, em Qamichli, fazendo pelo menos 10 mortos”, afirmou o diretor daquela Organização Não-Governamental, Rami Abdel Rahmane.

 

Os escritórios da Asayish, uma agência de segurança criada pela administração curda independentista, eram o alvo.