Cerca de 32 mil pessoas manifestaram-se esta segunda-feira nas ruas de Atenas e Tessalonica nas comemorações do 41.º aniversário da sublevação estudantil de 1973, que viria a provocar a queda da ditadura no país.

De acordo com a polícia, cerca de 18 mil pessoas manifestaram-se em Atenas e 14 mil na cidade de Tessalonica, no norte, na sequência de um apelo dos sindicatos e dos partidos de esquerda no país para celebrar o fim do regime militar.

A 17 de novembro de 1973, os estudantes que se opunham ao regime militar na Grécia foram protagonistas de uma revolta, que provocou mais de duas dezenas de mortos, que levou ao fim da ditadura e à restauração da democracia, sete meses depois.