Três ataques a colunas de viaturas, escoltadas pelo Exército, no troço Muxúnguè-Save, Sofala, centro de Moçambique, fizeram quatro feridos na segunda-feira e esta terça-feira, disseram à Lusa fontes militares e policiais.

«Na primeira coluna da segunda-feira ficaram feridas duas pessoas, uma terceira pessoa sofreu escoriações na coluna da tarde. Na terça-feira a coluna da tarde foi atacada e resultou num ferido ligeiro», disse à Lusa um militar.

Três das quatro vítimas, disse, sofreram ferimentos durante a «agitação» nos autocarros de passageiro, quando as colunas foram paradas pelos ataques, atribuídos a homens armados da Resistência Nacional Moçambicana (Renamo), maior partido da oposição em Moçambique, que se confronta com o exército há um ano na região.