Jornalistas da televisão Al Jazeera evacuaram a redação em Gaza, esta terça-feira, afirmando que os soldados israelitas atiraram por duas vezes contra o edifício.

De acordo com a Reuters, uma porta-voz militar israelita afirmou que não tinha conhecimento de qualquer ação, acrescentando que há muitos tiroteios em Gaza.

Os funcionários do canal afirmaram que um tiro foi disparado contra a redação, durante a manhã, sendo seguido de um segundo, um pouco mais tarde. Ninguém foi atingido, mas a redação foi evacuada.

«Dois tiros foram disparados contra o nosso edifício», revelou Stefanie Dekker, repórter da Al Jazeera, no site do canal.

O canal funciona no mesmo edifício da Associated Press, cujos jornalistas também abandonaram o prédio, juntamente com os restantes moradores.

O incidente aconteceu um dia depois do ministro das Relações Exteriores, Avigdor Lieberman, ter acusado o canal de divulgar a propaganda do Hamas e afirmado que o governo quer encerrar as suas operações israelitas.

Jornalista atacado em direto por israelita

Um jornalista da BBC foi atacado em direto por um israelita na fronteira entre Israel e a Faixa de Gaza.

Feras Khatib estava em direto da cidade de Ashkelon, na manhã desta terça-feira, quando foi empurrado por um indivíduo não identificado. Os colegas do correspondente da BBC Arabic conseguiram parar o homem e tirá-lo para fora da imagem para que Khatib continuasse com o direto.

O indivíduo fugiu de imediato do local, não sendo detido, e o jornalista saiu ileso.