Seis pessoas foram mortas e outras seis ficaram feridas num ataque bombista ocorrido numa festa de passagem de ano numa ilha no sul das Filipinas, informou esta quarta-feira o exército.

A explosão de um engenho teve lugar junto a uma igreja católica na localidade de Sumisip, na ilha filipina de Basilan, onde opera a organização Abu Sayyaf, relacionada com a Al-Qaida, disse o porta-voz do exército na região, Jefferson Somera, citado pela agência AFP.

As tropas e a polícia que responderam à emergência indicaram que o incidente ocorreu durante uma festa de passagem de ano na casa de Manuel Casimeros, um miliciano pró-Governo que terá ajudado as autoridades a proteger trabalhadores de uma plantação de borracha de extorsão por parte de grupos armados.