Um rapaz de 13 anos ficou gravemente ferido depois de ter sido atacado por um tubarão numa praia da Florida, nos Estados Unidos. O incidente aconteceu no domingo, quando o jovem nadava numa praia de Neptune Beach.

Eram cerca de 15:00 quando o adolescente foi surpreendido pelo animal, que o mordeu na perna direita. O jovem foi de imediato retirado da água por outros banhistas e depois assistido pelos nadadores-salvadores.

Uma testemunha no local registou o momento dramático em que o jovem foi assistido pelas equipas de socorro. Nas imagens, o rapaz surge deitado sobre aquilo que parece ser uma prancha de surf, enquanto um homem o abraça para o acalmar. Segundo uma repórter norte-americana no local, é o pai do rapaz, que nadava com ele no momento em que tudo aconteceu, que conforta o rapaz.

A polícia de Neptune Beach, citada pela CBS News, informou que o rapaz ficou gravemente ferido, com um corte de cerca de 20 centímetros na perna. Teve de ser transportado para o hospital, onde está agora em condições consideradas estáveis e sem risco de vida.

Os nadadores salvadores estimam que o tubarão, que fugiu logo após o incidente, teria entre um metro e meio e dois metros de comprimento.

O porta-voz da polícia local, Michael Key, afirmou que este foi o primeiro ataque de tubarão registado este ano em Neptune Beach.

No ano passado, verificaram-se 98 ataques de tubarões em praias dos Estados Unidos, que provocaram seis mortes. Segundo os especialistas, este ano o número poderá ser ainda maior.

O diretor do departamento da Universidade da Florida que estuda os ataques destes animais, George Burgess, afirmou mesmo que esta época balnear poderá contar com mais de 100 ataques. As alterações climáticas e o aquecimento global são os principais fatores que deverão contibuir para este aumento.