A Agência para a Vida Selvagem da Flórida disse, quarta-feira, que o crocodilo responsável pelo ataque a uma criança de dois anos, num resort de luxo da Disney, terá sido abatido. Foram mortos seis animais, sendo que um deles é o responsável por ter arrastado Lane Graves para um lago, no passado dia 15 de junho. A criança foi procurada durante 18 horas.

As declarações das autoridades são fundamentadas no tamanho do crocodilo, que media 2,13 metros.

Não existem palavras para descrever a profunda tristeza que sentimos pela família de Lane Graves”, disse Nick Wiley, diretor executivo da Comissão de Vida Aquática da Flórida.

 

Continuaremos a guardar esta família nos nossos corações enquanto estiver a passar pela dor e aflição da perda de Lane”, acrescentou.

Lane Graves foi arrastado para um lago por um crocodilo, num resort da Disney de Orlando

A agência referiu ainda que, desde 16 de Junho, não foi morto mais nenhum crocodilo.

Os oficiais garantiram que as áreas circundantes ao local do incidente foram monotorizadas depois da morte do pequeno Lane.

Os investigadores retiraram amostras de ADN da criança para serem comparadas com possíveis vestígios nos dentes dos animais abatidos. Mas os resultados demonstraram-se inconclusivos.

Enquanto os resultados da análise às mordidas foram inconclusivos, peritos em problemas como o que ocorreu concluíram que dois dos crocodilos suspeitos foram capturados nas imediações do local do ataque”, revela a Agência em comunicado.

Foi erguida uma cerca ao longo da costa, juntamente com sinais que alertam os clientes do hotel para a presença de crocodilos e cobras.