Partir uma perna é, na tradição artística, uma forma de desejar boa sorte a quem sobe a palco ou inicia uma atividade.

 

Mas, desta vez, foi azar. Durante um concerto em Gotemburgo, Dave Grohl disse aos fãs que tinha fortes suspeitas que poderia ter partido a perna. Saiu de palco para ser assistido e voltou para concluir o concerto, sentado numa cadeira, com a perna imobilizada, e a ser assistido por um médico.

 

O vocalista e guitarrista dos Foo Fighters despediu-se de Gotemburgo com uma frase sintomática:

 

 "Posso não ser capaz de andar ou correr...mas ainda consigo tocar guitarra e gritar".

Dave Grohl  é ex-baterista dos Nirvana.