O Ministério do Meio Ambiente brasileiro e organizações de preservação ambiental assinam esta quarta-feira um acordo para a criação de um fundo de 215 milhões de dólares para a conservação da região amazónica, divulgou a WWF-Brasil.

De acordo com o comunicado na página da Internet do Fundo Mundial para a Natureza (WWF) - Brasil, o memorando de entendimento (MOU) formaliza uma nova estratégia de financiamento para as Unidades de Conservação (UC) ambiental, apoiadas pelo Programa Áreas Protegidas da Amazônia (Arpa).

O documento representa o início de uma nova fase do programa e assegura a entrega de recursos financeiros da ordem de 215 milhões de dólares (157,4 milhões de euros) que serão depositados num fundo de transição para garantir, pelos próximos 25 anos, a manutenção permanente de 60 milhões de hectares de UC apoiadas pelo Arpa.