O navio de bandeira norte-coreano retido no Panamá transportava 240 toneladas de armamento defensivo «obsoleto» pertencente a Cuba «para ser reparado e devolvido» à ilha, de acordo com um comunicado oficial divulgado pelo Governo cubano na noite de terça-feira.

A bordo do navio seguiam «240 toneladas de armas defensivas obsoletas ¿ dois mísseis completos terra-ar Volga e Pechora, componentes e peças para nove mísseis, dois aviões Mig-21 e 15 motores para este tipo de aparelho, todos fabricados em meados do século passado, e que deviam ser reparados e ser devolvidos ao nosso país», indicou o comunicado do Ministério dos Negócios Estrangeiros cubano lido na televisão.

Cuba não referiu o destino para onde seguia o material bélico.