O forte temporal que se abateu sobre a província de Buenos Aires e no centro da Argentina há 48 horas já causou um morto e forçou a retirada de 5.200 pessoas das suas casas, informaram fontes oficiais.

A vítima mortal foi um jovem de 22 anos que morreu eletrocutado, por ter tocado num cabo elétrico, disse o autarca da localidade de San Fernando, Luis Andreotti, situada a 30 quilómetros a norte da capital.

O número de pessoas que tiveram de ser retirados de casa ascende a 5.203, nos 19 distritos de Buenos Aires.

Na capital argentina, onde o vento chegou aos 70 quilómetros/hora e a chuva cai sem parar há 40 horas, o chefe de gabinete do governo, Jorge Capitanich, afirmou em conferência de imprensa que a precipitação dos últimos dias «superou vários recordes de chuva acumulada em 24 horas».