As mulheres da Arábia Saudita foram proibidas de andar de baloiço pela Comissão para a Promoção da Virtude e Prevenção do Vício da Arábia Saudita, que considera que andar de baloiço é uma atividade de máximo risco para as mulheres.

Segundo aquele órgão, tal prática pode incitar os homens a cometerem abusos sexuais uma vez que o suave balanceio incentiva os homens a cometer abusos sexuais.

A nova medida foi conhecida após a divulgação de um vídeo onde se vê dois membros da polícia religiosa do reino a interromper um grupo de mulheres - completamente tapadas da cabeça aos pés - que andavam de baloiço num parque público.

O vídeo gerou polémica, havendo quem considere que a imposição da norma faz todo o sentido e quem considere inaceitável a ingerência injustificada dos polícias.

Recorde-se que na Arábia Saudita as mulheres estão já impedidas de conduzir carros, de viajar sozinhas e de receberem salário, as mulheres estão agora impedidas de andar de baloiço.