O príncipe Saoud al-Faysal, que foi o chefe da diplomacia da Arábia Saudita durante 40 anos, morreu, anunciou hoje a família.

Segundo fontes sauditas, o príncipe terá morrido no estrangeiro na sequência de problemas cardíacos.

Nascido em 1940, o príncipe Faysal sofria de vários problemas de saúde, nomeadamente de dificuldades em andar na sequência de uma intervenção cirúrgica a que foi submetido nos Estados Unidos da América.

"Que Deus o aceite no paraíso", escreveu o seu sobrinho Saoud Mohammed Al- Abdallah al-Faysal na sua conta na rede social Twitter.