Os rebeldes que controlam a capital do Iémen, Sanaa, libertaram nove sauditas em troca de 109 iemenitas capturados durante confrontos perto da fronteira, anunciou esta segunda-feira a coligação internacional liderada pela Arábia Saudita que os combate.

“Nove sauditas detidos foram recuperados e 109 iemenitas, detidos nas zonas de operações militares”, entregues à parte iemenita, anunciou a coligação internacional liderada pela Arábia Saudita, através de um comunicado publicado a partir de Riade.

A guerra do Iémen intensificou-se na sequência da intervenção em março de 2015 de uma coligação internacional liderada pela Arábia Saudita em apoio ao Governo do presidente iemenita Abdrabuh Mansur Hadi, contra os rebeldes ‘huthis’.