As maçãs estão a perder a sua textura «crocante» devido ao aquecimento global, embora estejam a ficar mais doces, refere um estudo realizado durante 40 anos com base em dados de dois pomares no Japão.

Os dados, analisados entre 1970 e 2010, demonstram sinais evidentes que as mudanças climáticas estão a ter os seus efeitos na textura e sabor das maçãs, refere a equipa de investigadores.

«Estas mudanças podem ter resultado de uma floração precoce e altas temperaturas» durante a época de crescimento, adiantam os investigadores na revista Nature Scientific Reports.