Cristiano Ronaldo e o futebol estimulam a aprendizagem da língua portuguesa no Canadá. 

«Apesar de não falarem português e de nem sempre terem grande iniciativa em casa, há símbolos que eles continuam a reconhecer. Cristiano Ronaldo e o futebol continuam a ser os principais incentivos para os jovens aprenderem português, principalmente os mais novos», disse Ana Jesus à agência Lusa.

A diretora da Escola de Português de Cambridge, de 37 anos, que integra a Direção Escolar da Região de Waterloo, explicou que todos «querem jogar futebol e querem ser como o Cristiano Ronaldo», e que essa identificação ajuda na aprendizagem.


Dia de Páscoa foi dia de recordes para Ronaldo: marcou cinco golos pela primeira vez na carreira, fez o 24º hat-trick na Liga Espanhola e tornou-se no oitavo melhor marcador de sempre da competição



A importância do internacional português é, aliás, o tema de um curso na Universidade da Colúmbia Britânica, oeste do Canadá, que analisa como se «constrói a lenda do futebolista» e o que «representa o jogador para a diáspora portuguesa».



«Os lusodescendentes, tanto de segunda como de terceira geração, continuam a não se identificar como canadianos, mas sim como portugueses, porque procuram algo que lhes ensine um pouco mais sobre a cultura portuguesa», acrescentou a professora, natural de Tramagal, no distrito de Santarém. 

A Escola de Portuguesa de Cambridge conta com cerca de 150 alunos, tem sete professores e instrutores, que lecionam cerca de duas horas e meia por semana. 

Uma das principais dificuldades sentidas por Ana Jesus é a «falta de interesse de alguns pais», que muitas das vezes «limitam-se apenas a inscrever os filhos nas aulas».

«Desde que o Instituto Camões passou a ter a tutela do ensino do Português no estrangeiro, neste caso no Canadá, passámos a ter muitos mais apoios. Os alunos passaram a ser certificados, mas o interesse dos pais ainda não chegou àquilo que gostaríamos de ter. Falta dar aquela força aos alunos para se interessarem e para tentarem ir um pouco mais além», sublinhou. 

Cambridge, cidade canadiana localizada no sudoeste da província do Ontário, tem cerca de 140 mil habitantes, dos quais cerca de 40 mil são portugueses e lusodescendentes, refere a Lusa.

A cidade vai acolher nos próximos dias 29, 30 e 31 de maio, o 23.º Encontro de Professores de Português da América do Norte, numa iniciativa que pretende ser um «ponto de encontro» para os professores e instrutores da língua portuguesa do Canadá e dos Estados Unidos.