Agentes da Unidade Central Operativa (UCO) da Guarda Civil espanhola detiveram esta terça-feira um responsável das estradas da autarquia de Sevilha, estando as autoridades a investigar a instituição na terceira fase da Operação anti-corrupção «Madeja» .

De acordo com fontes da investigação, que falaram à agência de notícias espanhola Efe, a unidade está a investigar uma alegada rede de pagamentos ilegais em várias províncias da capital andaluza, processo que surge no seguimento do caso Mercasevilla.

Segundo as mesmas fontes, a operação está a ser desenvolvida em várias províncias da Andaluzia e outras comunidades, como resultado da documentação apreendida nas fases anteriores desta operação, conduzida pela juíza Mercedes Alaya.