Pelo menos oito pessoas morreram, incluindo uma criança de sete anos, quando um bairro de lata nos arredores de Manila se incendiou quando começaram os festejos da passagem de ano. Este incêndio deixou milhares desalojados, segundo a Reuters. 

Foi o incidente mais grave de uma passagem de ano trágica. O rebentamento de fogo-de-artifício e disparos durante a passagem de ano nas Filipinas resultaram ainda em 354 feridos, dos quais mais de dez têm de ser amputados, incluindo uma criança de cinco anos, informaram as autoridades.

O número de feridos durante as celebrações do Ano Novo foi ainda assim o número mais baixo em cinco anos, disse a Secretária para a Saúde, Janette Garin.

Contudo, o universo de pessoas cujos ferimentos obrigam a amputações subiu de oito em 2013 para 14, informou, referindo que um menino de oito anos perdeu a mão durante os festejos.