O Jardim Zoológico de Copenhaga, na Dinamarca, abateu este domingo uma pequena girafa de apenas 18 meses. A intenção é a de evitar a reprodução entre animais geneticamente parecidos. Nem uma petição de milhares de defensores dos direitos dos animais valeu a Marius.

Tobias Stenbaek Bro confirmou o abate do animal: «Foi morto às 09:20. Tudo correu como planeado. As pessoas têm direito de protestar, mas claro que ficámos surpreendidos».

De acordo com o jornal «The Telegraph», o zoo explicou que não tinha outra hipótese, já que não podia permitir que o animal atingisse a vida adulta.

A carcaça de Marius vai agora ser desmanchada e servir para alimentar os carnívoros do zoológico.