Dois turistas, pai e filho, que passeavam pelo parque Parque Yellowstone, nos Estados Unidos, decidiram levar um bisonte bebé que encontraram separado da manada.

Os dois turistas viram o animal a tremer e pensaram que estaria com frio. Decidiram transportá-lo de carro até aos escritórios do parque, depois de tirarem uma fotografia que provocou reações imediatas. Os turistas pensaram que estavam a praticar uma boa acção, mas mais tarde perceberam que não.

Na sequência do transporte de carro, o bisonte bebé perdeu o cheiro característico, e quando os funcionários tentaram por várias vezes juntá-lo à manada, foi rejeitado pela mãe e pelo resto do grupo, porque já não conseguiam identificá-lo.

A cria de bisonte americano andava sozinha pelo parque e começou a aproximar-se das pessoas e da estrada, o que para além de ser considerado perigo eminente é também ilegal, segundo as autoridades.

"Yellowstone não é um zoológico. Administramos um ecossistema", alertou Charissa Reid, porta-voz do Yellowstone.

 

As regras obrigam os visitantes a manter a uma distância de 20 metros dos bisontes. Estes turistas foram multados em cerca de 100 euros.

O Yellowston já confirmou a história na sua página do Facebook e relatou ainda outras situações perigosas e ilegais, entre turistas e bisontes.

“Num vídeo recente que se tornou viral, um visitante aproximou-se à distância de um braço de um bisonte adulto em Old Faithful.Outro vídeo mostrou os visitantes a uma distância dos animais extremamente insegura e ilegal. No ano passado, cinco visitantes ficaram gravemente feridos quando tentaram chegar demasiado perto de um bisonte. No Yellowstone, os bisontes são os animais que já feriram mais visitantes. A segurança desses animais, bem como a segurança das pessoas, depende de todos usando o bom senso e seguir estas regras simples”, pode ler-se na página oficial do parque.

Por estas razões, o bisonte bebé teve assim que ser abatido, segundo o Serviço Nacional de Parques dos EUA.

Yellowstone é um dos parques mais visitados dos EUA. Atravessa os Estados do Wyoming, Montana e Idaho e habitam lá cerca de 5.000 bisontes. 

Juntamente com a águia careca, o bisonte é, desde a semana passada, um símbolo dos Estados Unidos.