O MPLA venceu as eleições gerais angolanas com 61,70% dos votos, de acordo com a atualização dos dados provisórios da votação de quarta-feira divulgada hoje pela Comissão Nacional Eleitoral, elegendo João Lourenço como o próximo Presidente da República.

A UNITA, o principal partido da oposição, que ontem contestou a vitória do MPLA, aparece com 26,71% dos votos.

Até agora, estão contados 97,82% dos votos.

Com este resultado, que corresponde a um total de 150 deputados, o partido no governo consegue manter a maioria qualificada, apesar da forte quebra da votação face às últimas eleições. Confirma-se, por isso, que João Lourenço é o sucessor de José Eduardo dos Santos como Presidente da República.

 

MPLA acusa oposição de querer inviabilizar processo eleitoral

O secretário do Bureau Político do MPLA para os assuntos políticos e eleitorais, João Martins, apelou aos angolanos para aguardarem com serenidade e paciência pelos resultados definitivos das eleições gerais, acusando a oposição de querer inviabilizar esse processo.

Aquele dirigente reagia em declarações à imprensa ao anúncio oficial dos últimos resultados provisórios das eleições.

Segundo João Martins, o processo eleitoral angolano tem estado a merecer uma avaliação positiva, por parte dos observadores nacionais e internacionais, mas os últimos pronunciamentos dos partidos da oposição, revela que não querem "ver os resultados definitivos publicados".