Cinco oficiais do Serviço de Migração e Estrangeiros (SME) angolano foram expulsos da instituição por estarem alegadamente envolvidos na cobrança de dinheiro a estrangeiros que chegaram este ano ao país através do aeroporto de Luanda.

De acordo com o relato feito pela comunicação social pública angolana, estas atividades ilícitas envolveram a extorsão de passageiros de várias nacionalidades, à chegada ao aeroporto internacional 4 de Fevereiro.

Os casos ocorreram a 07 de fevereiro e 28 de março deste ano e a expulsão, concretizada na sexta-feira após despacho assinado pelo ministro do Interior, Ângelo da Veiga Tavares, envolveu três subchefes e dois subinspetores do SME.