Pelo menos 12 pessoas morreram e quatro estão desaparecidas em Luanda, Angola, devido ao desabamento de casas e aluimento de terras após chuvas intensas. O balanço provisório é dos serviços de Proteção Civil e Bombeiros, avança a Rádio Nacional de Angola.

A chuva continua a cair com grande intensidade, sobretudo no norte do país.

Ainda segundo a rádio, os municípios de Viana, Cacuaco, Ingombotas e Sambizanga foram os mais afetados na capital angolana.

Só em Cacuaco registaram-se nove mortos e pelo menos três pessoas estão desaparecidas.

As autoridades dão conta de um cenário de caos nas últimas 24 horas, com muitas inundações e centenas de casas alagadas e reforçam o apelo para que os habitantes das zonas de risco peçam acomodação em zonas de maior segurança.