Um politico do partido democrata sueco está a gerar indignação no seu país, depois de ter publicado fotografias no Facebook em que pousa ao lado de animais mortos, que diz ter caçado e depois comido.

Angelo Vukasovic participara numa expedição de caça de animais selvagens e, na legenda das imagens que publicou, o político revela que a carne de alguns desses animais é “muito saborosa”.

O político sueco rumou com alguns amigos à Àfrica do Sul para uma caçada de animais selvagens. Abateram leões, javalis, zebras e até girafas. O protagonista afirmou ter comido 80% da carne que caçou e elogiou o sabor da carne de girafa e da carne de leão.

O ato é justificado pelo político com questões de segurança das populações e equílibrio da biodiversidade.

Caçar certos animais beneficia as populações e o animal. Antes não era permitido caçar rinocerontes, mas agora, de repente, eles permitiram  isso e há uma razão para essa decisão”, diz Angelo no Facebook.

Multiplicaram-se as mensagens de desagrado, sobretudo por parte do eleitorado sueco.

Tu és a desgraça do povo sueco”, comenta uma internauta no Facebook. 

Eu queria que ele fosse mordido por uma cobra ou comido por lobos”, revela outro seguidor do político no Facebook.

Angelo Vukasovic é um dos representantes do Partido Democrata Anti-imigração e é proprietário de uma loja de armas. Depois de uma ascenção do seu partido, no ínicio de 2015, as intenções de voto desceram cerca de 2% em novembro do mesmo ano.